Páginas

Curta a Nossa Fan Page No Facebook
Curta nossa página no Facebook e fique por dentro em primeira mão... Notícias, Dicas de Eventos, Curiosidades, Notas de Utilidade Pública e Muito Mais! De janeiro a janeiro, o ano inteiro com você! Portal da Praia Farol de São Thomé - www.praiafaroldesaothome.com.br - “A gente se encontra aqui!"

domingo, 15 de junho de 2014

População pode denunciar abandono de animais em vias públicas

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), ligado à Secretaria de Saúde, faz apreensão de animais de médio e grande portes em vias públicas. O serviço funciona das 8h à 0h, todos os dias da semana, inclusive feriados.

De acordo com o secretário de Saúde, Doutor Chicão, o trabalho acontece a partir de solicitação ou denúncias, através dos telefones (22) 2732-3395 ou 0800 2828 822.

Segundo o secretário, na BR-101 esse serviço compete à concessionária que administra a rodovia, Autopista Fluminense. Ele alerta para o perigo de animais soltos nas vias públicas e chama atenção para posse responsável. "Animais soltos, como cavalos, por exemplo, podem causar graves acidentes, gerando vítimas fatais. Por isso, os proprietários devem estar atentos às suas responsabilidades. Além de trazer perigo ao trânsito, gera sujeira na cidade", disse.

Na praça da Vila do Sol, no Farol, porcos transitam livremente todos os dias, destruindo plantas e sujando o local. Moradores contam que os porcos atravessam as ruas colocando em risco a vida dos motociclistas. "Todos os dias se você vier, irá encontrá-los, todas as tardes eles estão ai, os donos criam soltos, nas ruas, não estão nem ai", disse uma moradora da localidade.
Entre a Vila do Sol e o Xexé, o perigo pode ser maior, pois, cavalos e bois andam soltos pela Avenida, principalmente a noite, podendo causar sérios acidentes nesse trecho.

O diretor do CCZ, César Salles, afirma que o Setor de Recolhimento de Médios e Grandes Animais (Curral) chega a recolher 40 animais por semana em todo o município. O animal recebe vacina contra raiva e tétano e é microchipado. Além disso, faz exame de anemia infecciosa equina (AIE).

“O proprietário tem cinco dias para resgatar o animal e pagará uma multa de apreensão de R$ 100,00 mais diária de R$ 20,00. Se o dono não for buscar, o animal vai pro CCZ rural, uma área da prefeitura em Itereré, e passa a pertencer ao município. Em seguida, o animal vai a leilão. Se o animal já estiver morto, o serviço de recolhimento é feito pela Vital Engenharia. Se o dono reincidir, perderá o animal de vez”, explicou César Salles.








Redação / Ascom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!

| Notícias |

| DESTAQUE |

Petrobras recebe inscrições para patrocínio a projetos ambientais e sociais

Divulgação A Petrobras lança edição 2018 da Seleção Pública de projetos sociais e ambientais do Programa Petrobras Socioambiental.

| Leia Também |

Você Conhece a História do Monumento do Farol? Assista!

| Sua mensagem aqui |

Enviar sua mensagem click AQUI
As mensagens são moderadas e passarão por análise antes de sua publicação.