• Notícias

    CRUZEIRO: Monumento de 1965 na praia do Farol será restaurado

    Cruzeiro foi construído pelos fundadores do Clube Náutico logo após a inauguração, em 1965
    Foto: Fabiana Henriques
    Na praia do Farol de São Thomé, várias histórias estão na memória de moradores e visitantes de longa data. Entre as várias histórias, a de um monumento, situado no Náutico.

    O cruzeiro foi idealizado e erguido no ano de 1965, sendo um marco de fé e confiança no progresso da praia de Campos, mesmo ano em que foi inaugurado o Clube Náutico do Farol, que na época tinha estacionamento, salão envidraçado, piso de mármore, parque interno ajardinado, bar, churrascaria, boate, cinema, palco, piscina, playground e ornamentado com peças históricas valiosas. 

    Logo após a inauguração do Clube Náutico, pela iniciativa do comodoro Augusto Hollanda Cunha, com Dr. Waldemir de Castro Moura - presidente e Major Silvio de Araújo - vice-presidente, que compunham a primeira diretoria do Clube, naquele mesmo ano, ergueram o cruzeiro. Um verdadeiro marco que deu início ao desenvolvimento da parte norte da Praia do Farol de São Thomé.

    Quando o Cruzeiro foi inaugurado, ali terminava a estrada de terra preta, na época considerada quase tão boa quanto um asfalto. Os carros contornavam o Cruzeiro e retornavam pela estrada que era mão e contramão. De acordo com familiares, a referida estrada fora construída, à época, também pelos fundadores do Clube Náutico, no trecho que compreende hoje a pequena praça em frente a sorveteria e lanchonete Mansur até o Cruzeiro.

    O arco metálico do cruzeiro, foi feito por Antonio Francisco de Sales, conhecido na ocasião como  "Zizinho Grande", funcionário na usina Baixa Grande. 

    Com o passar dos anos o cruzeiro foi sofrendo deterioração, proveniente do tempo, e ferrugens nas partes de ferro do seu interior, que ficaram expostas em um incidente ocorrido no verão de 2001, quando um trio elétrico manobrava no local e acabou atingindo a parte superior do cruzeiro vindo a quebrá-lo.

    Para que seja resgatado e continue a fazer parte da história da praia campista, o cruzeiro passa pelo Projeto de Revitalização de Gustavo Crespo, conhecido como Potência. O projeto visa a revitalização dos espaços públicos, praças da Baixada Campista e conta com a iniciativa voluntária de obras de reparo, com o apoio e contribuições da comunidade, moradores e comércios, que doam materiais para tornar possível o projeto.

    De acordo com Rubson Barbosa, integrante e parceiro do projeto de revitalização, o desejo de ver o cruzeiro restaurado é antigo. "Iniciamos na tarde desta segunda-feira (04) o reparo, que já era um desejo de anos. Primeiro com avalização do local e pontos de energia para que possamos estar usando e, todos os dias por um período, até o término, estaremos ali fazendo a restauração do cruzeiro, dando andamento a mais um projeto de revitalização aqui na praia" - concluiu Rubson.

    O Portal do Farol acompanhará a restauração do Cruzeiro e, breve, mostrará o resultado aqui.

    Em abril de 2019, a praça do Xexé, na praia campista, também foi contemplada com o projeto de revitalização. Saiba mais AQUI.







    História do cruzeiro com informações de Andréa Quintanilha

    Nenhum comentário

    Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!