• Notícias

    Pai será indiciado por homicídio qualificado pela morte de bebê

    Divulgação
    Laudos apresentados pelo Delegado Bruno Cleuder, na manhã desta terça-feira (05/02), apontam que o pai do bebê, L.E.S.P., 21 anos, teria desferido socos contra a criança.

    De acordo com os documentos, as agressões são incompatíveis com a tese de que teria havido uma queda.

    “Agora vou concluir o inquérito pedindo o indiciamento homicídio qualificado por motivo fútil. Também vou pedir que a prisão temporária, seja transformada em preventiva”, destacou o delegado, que acrescentou que o laudo pericial apontou como causa da morte hemorragia cerebral e traumatismo craniano encefálico provocado por ação contundente.

    O delegado também esclareceu que fez uma consulta a um médico legista para conclusão do inquérito. “Fiz algumas perguntas ao perito. Uma delas foi se as lesões eram compatíveis com socos desferidos contra a cabeça da vítima e ele me respondeu que sim, em virtude das áreas afetadas e características das lesões e não eram compatíveis com lesões de uma queda”, respondeu o delegado Bruno Cleuder.

    O delegado também esclareceu que a mãe do recém-nascido não chegou a ser investigada.“O pai alega que o recém-nascido caiu da cama, e que ela teria inventado que ele cometeu as agressões porque ele estava em outro relacionamento. Ele não acusa a mãe em nenhum momento. Já a mãe diz que ele bateu na criança. Não houve suspeita contra ela”, explicou.

    Entenda o caso AQUI

    Ururau

    Nenhum comentário

    Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!