• Notícias

    Holding que desenvolve o Porto do Açu recebeu novos contratados já no esquema de home office

    Ascom Porto do Açu
    Quando as empresas brasileiras foram surpreendidas pelos impactos iniciais do coronavírus, o Grupo Prumo já estava com os processos seletivos do programa Jovens Profissionais em andamento e resolveu prosseguir com as contratações. Após três meses de análises de currículos e testes, 12 novos colaboradores que serão desenvolvidos pelas empresas do grupo para que futuramente ocupem cargos de liderança enfrentaram mais um desafio: começaram as atividades no mesmo dia em que foi instituído o home office para respeitar o isolamento social imposto pela pandemia, em meados de março.

    Foram contratações para os escritórios da Prumo Logística e da Açu Petróleo, no Rio de Janeiro, e para a Porto do Açu Operações, em São João da Barra (RJ), onde a holding desenvolve o maior empreendimento portuário privado do país. O processo seletivo teve cerca de 6 mil inscritos, com média de uma vaga para 500 candidatos. As oportunidades eram para as áreas de Transações Corporativas, Operações Marítimas, Planejamento Financeiro, Finanças Corporativas, Planejamento Estratégico, Desenvolvimento de Negócios e Recursos Humanos.

    Na rotina normal, sem pandemia, o procedimento é que os candidatos efetivados sejam recebidos pelo departamento de RH da empresa com um manual de boas-vindas, treinamentos, imersões e contato direto com os gestores e o CEO da empresa. Contudo, diante do panorama de que o teletrabalho seja mantido ainda para os próximos meses, esse ritual, batizado internamente de “Primeiro Embarque”,se adequou à necessidade remota:as empresas do Grupo Prumo providenciaram para os 12 novos analistas notebooks e outros equipamentos necessários para o trabalho, que foram entregues um a um, na casa dos colaboradores.

    A apresentação à equipe foi feita pela primeira vez por meio da ferramenta Microsoft Teams. Os treinamentos presenciais também foram adaptados para que fossem feitos de forma virtual.

    “Resolvemos manter a contratação porque tivemos um longo processo seletivo e queremos reter estes talentos. Todos se adaptaram rapidamente ao trabalho remoto, e os gestores estão satisfeitos com a produtividade atingida e com a integração destes colaboradores à equipe, mesmo ainda sem contato presencial”, explica Henrique Gonzalez, diretor de Recursos Humanos da Prumo Logística.

    Entre as exigências para preencher as vagas, era necessária formação em Engenharia ou Administração de Empresas e idade entre 23 e 27 anos. O perfil das contratações foi heterogêneo, priorizando habilidades técnicas e considerando todas as minorias.

    Outro aspecto positivo foi não se ater a questões regionais. As vagas eram para o Rio de Janeiro e São João da Barra, mas entre as contratações há jovens de outras cidades. Com a possibilidade do teletrabalho, alguns chegaram a adiar a mudança em função do novo emprego, como o engenheiro elétrico, morador do Sergipe, que ingressou na área de Transações Corporativas da Prumo.

    “Comecei o processo seletivo em outubro do ano passado e em fevereiro foi a última etapa presencial. Com o avanço da pandemia no país, a empresa foi sempre muito transparente e solícita, dando feedbacks frequentes mesmo de forma virtual. Inclusive o anúncio da aprovação foi feito em março de forma remota. Tem sido uma experiência enriquecedora e arrisco dizer que neste período de imersão é ainda mais produtivo do que presencialmente. Tenho reuniões diárias com meu gestor e time e acredito que quando nos encontrarmos pessoalmente será ainda melhor, já estaremos integrados”, relata o engenheiro Lúcio Vinicius Chagas.

    Com residência fixada em Aracaju, Lúcio também acabou ganhando tempo para programar a mudança para o Rio de Janeiro, onde fica o escritório para o qual foi selecionado. “Antes teria que procurar moradia e fazer a mudança em um espaço de tempo menor para estar no Rio à disposição assim que começasse na empresa. Com o home office e todo o suporte que a Prumo me oferece para produzir a distância, consigo me planejar melhor para mudar de cidade”, diz ele.

    Os novos contratados seguirão no processo de desenvolvimento de carreiras da empresa, com treinamento de mentoria e feedbacks (retornos) a cada dois meses dos gestores diretos.

    Sobre a Prumo

    A Prumo é a holding multinegócios responsável pelo desenvolvimento do Porto do Açu, em São João da Barra, no Norte do Estado (RJ). No empreendimento portuário, tem seis subsidiárias instaladas, nas áreas de Óleo & Gás, energia, mineração e portuária: Porto do Açu Operações, Açu Petróleo, Ferroport, Gás Natural Açu, Dome e BP Prumo.






    Ascom Porto do Açu

    Nenhum comentário

    Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!