Páginas

| Notícias |

domingo, 23 de setembro de 2018

O Primeiro Trio Elétrico no Farol de São Thomé - CONHEÇA A HISTÓRIA!

No final dos anos 1980, o cantor Moraes Moreira, de passagem para um show, contemplando a orla do Farol de São Thomé, viu no lugar um cenário perfeito para a passagem de um trio elétrico e fez a sugestão à prefeitura de Campos. O baiano foi profético, já que o chamado "caminhão da alegria" anos depois arrastou multidões na Avenida Atlântica.

O empresário Roberto Costa da Bahia na festa de São Salvador em Campos, nos anos 90, trouxe o trio elétrico e Banda Kanguru (ex Tiete Vip) para um show, e a partir dai, fechou contrato para realizar a programação de verão no Farol, inicialmente com o Kanguru no Réveillon e depois substituindo o mesmo, o trio elétrico Axé e Cia, com a banda Frutos Tropicais, trazendo sucessos como 'chupa toda' e 'Xibiu', na época com o cantor Nelson Príncipe Negro, e posteriormente, o cantor André Musa.

"Em 1991, no finalzinho do verão, ___ o então prefeito na época, pediu que providenciassem a vinda de um trio. Na época isso era feito pela Secretaria de Comunicação e Turismo. Foi uma apresentação só. Então, em 1993, o trio elétrico veio para o carnaval e passou a ser regular", relembra o jornalista  Jorge Luiz dos Santos.
Ele lembra também que o primeiro trio a comandar a multidão na orla do Farol chamava-se Novo Tempo, com a banda de mesmo nome. O músico Angeli Guerra estava lá. "As ruas do Farol ainda nem eram pavimentadas como são hoje. Viemos da Bahia com trio e banda. Depois foram quatro dias de carnaval e de muita festa. Era muito bacana. Naquela época a animação já era muito grande", conta o líder da extinta Novo Tempo, que veio para Campos por intermédio do então produtor de eventos, João Oliveira.

Angeli, que experimentou as emoções de estar em cima do trio nos primórdios, fazendo história na praia, pôde contemplar a orla lotada, depois com a banda Sabor de Beijo. Está sempre no trio onde já passaram grandes estrelas da música baiana, em incontáveis e movimentados carnavais de rua. Em Campos há 15 anos, o baiano tem orgulho de fazer parte de uma história que teve até trilha sonora. "Na época, fiz uma música chamada de 'Cara pro Sol', que acabou virando uma espécie de jingle da praia. Em todo lugar que a gente ia, estava tocando", diz.

Quem não se lembra do "Alô Juventude!" de Nelson Príncipe Negro enquanto o trio avançava pela praia? Certamente uma época inesquecível também para o baiano, que se orgulha de ser um personagem marcante dessa história. "Tocamos o réveillon de 92 para 93. O Farol sempre teve uma magia muito grande, uma emoção que a gente não explica", comenta o músico.

Quanto ao famoso bordão... "Acho que vai morrer comigo. Aliás, acho que o 'Alô Juventude' não vai morrer. Vai se perpetuar através do meu filho", prevê.
Também não dá para falar em trio no Farol sem mencionar a banda A Massa. O também baiano Gil Paixão, então vocalista da banda, junto com Pepinho na época, deixou seu nome registrado nessa história. "Foi um período bem interessante. Quando chegamos com o trio, não sabíamos a repercussão que isso teria por aqui. Lá na Bahia era algo corriqueiro, a gente já sabia dos efeitos sobre as pessoas,  mas a reação das pessoas daqui foi melhor do que a gente imaginava. A aceitação foi aos poucos, claro, e a praia acabou se tornando referência", observa Gil, que não esconde a emoção de  comandar um imenso cordão humano a perder de vista. "O trio elétrico é um palco ambulante. Tocar num palco fixo é algo mais monótono,  exige muito mais do músico na hora de prender a atenção do público. No trio não, o cenário vai mudando, as músicas vão mudando, as pessoas vão contemplando visuais diferentes, envolvidas pelas músicas. Sem falar nessa magia que o trio proporciona", compara o músico, que, em 1995 começou um trabalho solo. A banda A Massa marcou com os sucessos 'Dança do Índio', 'Demônio Colorido', 'Não Mate', 'Baila Baila', entre outros.

Muitas outras bandas fizeram sucesso por arrastar multidões nos trios elétricos da praia do Farol. Entre algumas podemos citar: Dom Américo e Seus Comparsas, Bamballada, Ex-Energia, Sabor de Beijo, Paulinho Badaloka, Tudublu, Me Puxa, Fuzueira, entre outros, além de artistas nacionais como Ivete Sangalo, que já puxou o trio da Aldeia do Sol até o Lagamar, Harmonia do Samba, que após o show de réveillon no palco, na praia campista, também puxou o trio no primeiro dia do ano, Cheiro de Amor, etc.

Essa magia com uma boa dose de nostalgia completou 25 anos em 2016. E o Portal do Farol, acompanhou de cima do trio a festa de 25 anos, que por coincidência, infelizmente acabou se tornando uma despedida, foi o "último" trio a fazer a festa do verão da praia campista. 


 
 

Roberto Costa / O Diário / Redação

Um comentário:

  1. Gostei muito de relembrar a época dos Trios Elétricos na nossa praia que é tão amada, Farol de São Thome

    ResponderExcluir

Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro em primeira mão... Notícias, Dicas de Eventos, Curiosidades, Notas de Utilidade Pública e Muito Mais! De janeiro a janeiro, o ano inteiro com você! Portal da Praia Farol de São Thomé - www.praiafaroldesaothome.com.br - “A gente se encontra aqui!"

| DESTAQUE |

Prefeitura cadastra artistas e projetos para a Tenda Cultural do Alô Farol 2019

Divulgação As inscrições estarão disponíveis da próxima segunda-feira (17), até sexta (21), das 9h às 12h e de 14h às 17h, na vice-pre...

| Leia Também |

Você Conhece o Farol? Assista!

| Sua mensagem aqui |

Enviar sua mensagem click AQUI
As mensagens são moderadas e passarão por análise antes de sua publicação.