• Notícias

    Petrobras marca uma nova era para o Açu

    Divulgada

    As primeiras operações da Petrobras no Porto do Açu, no início do mês, marcam uma nova era para a economia da região.


     A Petrobras opera no Açu em dois dos seis que utilizará Brasil Port Logística Offshore — do Grupo Edison Chouest. A expectativa é que com a chegada da estatal outras empresas ligadas ao ramo petrolífero, que atuam em terminais de Macaé e Vitória (ES) venham para SJB.

    — Com a chegada da Petrobras ao Açu o cenário muda muito. Primeiro porque reforça a figura do Açu como âncora da economia regional. A Petrobras tem um projeto de longo prazo. E, segundo, consolida a primeira fase de implantação do porto — avalia o economista Ranulfo Vidigal

    A Petrobras informou em nota que “contratou em fevereiro de 2015 seis berços no Porto do Açu. Nesse momento, a companhia está avaliando o reordenamento das atividades portuárias entre o Porto de Imbetiba, em Macaé, e o novo terminal de São João da Barra”. Contestada sobre a geração de empregos para a região e quando, efetivamente, a operação será plena no Açu, a assessoria da petrolífera não enviou resposta.

    A expectativa da Brasil Port é que sejam gerados 180 empregos nesta fase, de acordo com o diretor Ricardo Chagas, do Grupo Edison Chouest.

    Ranulfo observa que se por um lado a chegada da Petrobras é um fator positivo, tem também seu lado desafiador, que conta com a contrapartida da administração pública. “Aumenta a responsabilidade dos agentes públicos — leiam-se governos municipal, estadual e federal — quanto à infraestrutura, seja com rodovias, ferrovias, saneamento básico. A infraestrutura no Açu é precária, precisa melhorar”, pontuou o economista e ex-prefeito de São João da Barra.





    Folha da Manhã

    Um comentário:

    1. e onde manda curriculo para essas empresas? qualquer noticia avise--me por favor ; romildocosta2014@gmail.com

      ResponderExcluir

    Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!