quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Igreja de Santo Amaro pode se tornar Santuário de Campos

Igreja Santo Amaro
(Foto: Silvana Rust)
Uma boa notícia para os devotos de Santo Amaro, na Baixada Campista. A igreja do padroeiro pode virar um Santuário.

Segundo o Bispo Diocesano de Campos Dom Roberto Ferrería Paz, a mudança significa que o local terá uma quantidade maior de fieis, motivados por crenças e milagres. Com a novidade, a igreja de Santo Amaro se juntará aos outros dois santuários do município: o Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, localizada no Parque Rosário, e o Santuário Eucarístico, na Praça Tiradentes de Adoração Perpétua.

“A Diocese está trabalhando para adequar a infraestrutura da igreja para essa transformação, acolhendo com mais dignidade e conforto os romeiros e peregrinos. Assim pode ter mais confessores e uma liturgia própria de um Santuário. Este é um processo demorado e contamos com a ajuda da assessoria dos Monges Beneditinos. Um Santuário nunca se constitui por um decreto e sim pela presença dos fieis. Já demos um passo importante no caminho de Santo Amaro, que já virou cultural e se torna cada vez mais um lugar de turismo religioso regional”, explicou Dom Roberto.
Foto: Divulgação
Monjes Beneditinos

A grande devoção a Santo Amaro, cuja festa é celebrada no dia 15 de janeiro, é explicada pela presença dos monges beneditinos que foram os valorosos missionários da zona rural de Campos dos Goytacazes, em um município onde está situado o célebre Mosteiro de São Bento, na região de Mussurepe. Santo Amaro, foi monge da Ordem de São Bento. Nascido em Roma, de família senatorial, Amaro, quando tinha apenas doze anos, foi entregue no mosteiro por seu pai, Egrico, homem ilustre pela virtude e pela nobreza do nascimento, confiando-o aos cuidados de São Bento.

Correspondeu tão bem à afeição e à solicitude do mestre, que foi proposto como modelo aos outros religiosos. Caminho de Santo Amaro Há mais de duzentos anos romeiros e peregrinos percorrem um trajeto de 39 quilômetros de extensão, a maior parte do caminho atravessa a RJ-216, rodovia de grande movimento na cidade, em demonstração de fé para agradecer as graças alcançadas por intercessão daquele que se tornou o padroeiro da Baixada Campista, Santo Amaro. O caminho é o único circuito religioso do Estado do Rio do Janeiro. Este ano a festa completou 284 anos de muita devoção e fé ao Santo.

Os fieis percorrem o trajeto em orações e agradecimentos. Além da tradição, a festa religiosa é a preservação da cavalhada, folguedo de origem lusitana que traduz a guerra entre mouros e cristãos. A apresentação, com todo brilho, é mantida por séculos, já que a igreja remonta a primeira edificação, obra dos monges beneditinos presentes desde 1648 na região. Santo Amaro é conhecido como um santo milagroso, pela cura de doenças. Como forma de retribuir as graças alcançadas, os romeiros entregam no local, denominada “sala de votos”, um objeto representativo da parte do corpo onde a enfermidade atingiu, como braços, pernas, cabeças e troncos. Estes itens são chamados de ex-votos e são demonstrações de fé expressivas na Baixada Campista.





JTV

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!

| Notícias |

Curta a Nossa Fan Page No Facebook
Curta nossa página no Facebook e fique por dentro em primeira mão... Notícias, Dicas de Eventos, Curiosidades, Notas de Utilidade Pública e Muito Mais! De janeiro a janeiro, o ano inteiro com você! Portal da Praia Farol de São Thomé - www.praiafaroldesaothome.com.br - “A gente se encontra aqui!"

| DESTAQUE |

Alistamento militar com prazo até o dia 30 de junho

Divulgação Os jovens brasileiros do sexo masculino, que completam 18 anos em 2017, têm até o dia 30 deste mês para realizar o alistame...

| Geral |

| Leia Também |

Você Conhece a História do Monumento do Farol? Assista!

| Sua mensagem aqui |

Enviar sua mensagem click AQUI
As mensagens são moderadas e passarão por análise antes de sua publicação.