sábado, 21 de maio de 2016

Boato de que nova droga estaria sendo oferecida a crianças alerta Polícia Militar

Foto Divulgação
É extremamente importante que os pais de alunos orientem seus filhos a não aceitar nada de estranho nas portas das escolas.


Anda circulando pelas redes sociais e via o aplicativo Whattsapp a informação de que uma nova droga estaria sendo facilmente ofertada a crianças e adolescentes, na porta de escolas públicas e particulares do estado. Ainda não há confirmação se a droga, um comprimido popularmente chamado de “docinho” - devido ao seu formato ser parecido com bala e as cores serem bastante atrativas – chegou a Campos, já que não há registro de apreensão do material. 

Segundo o relações públicas do 8° Batalhão de Polícia Militar (BPM), soldado Ataulpho Dutra, não há, até o momento, ocorrência relacionada a esta droga. Porém, ele alerta aos pais e professores para ficarem atentos a qualquer movimentação estranha nas proximidades das unidades escolares. “Hoje em dia acontece muita mensagem “fake” nas redes sociais. Quando a PM tomou conhecimento desta situação, fomos apurar e não existe nenhum registro de ocorrência sobre este comprimido na jurisdição do 8° BPM,” explicou Ataulpho.

Ele também disse que o boato serve de alerta para os pais, diretores e professores. “É importante o pais ficarem atentos e orientar aos seus filhos a não comprar nada na rua e nem aceitar coisas de desconhecidos. Caso algum responsável observe qualquer movimentação estranha, é preciso ligar para 190 imediatamente e acionar a PM”, finalizou o relações públicas.

Para a secretária geral do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe), Graciete Nunes, é extremamente importante que os pais de alunos orientem seus filhos a não aceitar nada de estranho nas portas das escolas. “A orientação é tanto para os pais, como para os professores. Eles precisam orientá-los a não aceitar nada de estranho, seja na frente da escola ou em qualquer outro lugar. É preciso comprar as coisas ou na cantina da escola, ou em lugares de extrema confiança”, observou Graciete.     

Boatos — Vários relatos em diferentes cidades tomaram a internet nos últimos dois meses, informando que o “docinho” é uma droga sintética similar ao LSD, frequentemente associado e vendido em festas eletrônicas.

Essa nova droga dissolve na língua e teria sabor, para atrair as crianças e adolescentes. 





O Diário RJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!

| Notícias |

Curta a Nossa Fan Page No Facebook
Curta nossa página no Facebook e fique por dentro em primeira mão... Notícias, Dicas de Eventos, Curiosidades, Notas de Utilidade Pública e Muito Mais! De janeiro a janeiro, o ano inteiro com você! Portal da Praia Farol de São Thomé - www.praiafaroldesaothome.com.br - “A gente se encontra aqui!"

| Geral |

| DESTAQUE |

ALAMBIQUE DO LELEY - Lazer, Comida Caseira, Tranquilidade, Ar Puro e a Premiada e Melhor Cachaça do Brasil

Você conhece o Alambique do Leley?  Foto: Fabiana Henriques Para os amantes da boa comida, do lazer, de um bom bate papo e que adora...

| Leia Também |

Você Conhece a História do Monumento do Farol? Assista!

| Sua mensagem aqui |

Enviar sua mensagem click AQUI
As mensagens são moderadas e passarão por análise antes de sua publicação.