• Notícias

    Facebook vai perder seu visual 'clássico' em setembro

    Novo design liberado em maio para todos os usuários, vai se tornar o único da rede social; interface exclui a barra azul superior e ganha o modo escuro

    Animação mostra diferença dos visuais da rede social. Foto: Facebook

    Em abril de 2019, durante a conferência F8, Mark Zuckerberg anunciou uma remodelação total do visual do Facebook. Cerca de um ano depois, e de muitos testes, a novidade chegou a todos os usuários. Apesar de todos terem acesso ao design atualizado, aqueles mais saudosistas poderiam optar por manter a versão clássica. “Poderiam” no passado porque, a partir de setembro, essa opção será extinta, tornando o “Novo Facebook” o único visual disponível na rede social.

    O novo design segue os dos aplicativos para smartphone. Sem a barra azul na parte superior, a interface possui foco no branco e tons de cinza, além de ter disponível o tão adorado modo escuro. O menu lateral também foi alterado com a atualização. Alguns itens, como notificações, Marketplace e grupos foram movidos para um menu superior, ganhando mais destaque.

    A mudança de visual aconteceu depois que a rede social percebeu que, mesmo grande parte dos usuários a acessarem prioritariamente pelo smartphone, ainda possui uma parcela considerável de pessoas que usam o Facebook em desktops. Com o foco maior na versão para desktop, e com os novos recursos adicionados, os executivos viram a necessidade da mudança.

    “Nosso site antigo, que foi projetado para as coisas antigas que você faria no facebook.com, realmente não se encaixava nos novos padrões para os quais as pessoas estavam usando seus desktops”, afirmou Tom Occhino, diretor de engenharia do Facebook.

    Com isso, quando a reformulação foi definida, a rede social estabeleceu que deveria enfatizar as ferramentas mais usadas pelos usuários na versão web, além das que a empresa desejava tornar mais conhecidas.

    Perfil para habilitar Oculus

    Nesta semana, o Facebook anunciou que será obrigatório o uso de uma conta da rede social para quem quiser qualquer um dos visores de realidade virtual da Oculus. A partir de outubro, a criação de novas contas já vai exigir vinculação com o Facebook, enquanto os usuários já existentes só precisarão fazer essa ligação em 2023.

    No entanto, apesar de manter a funcionalidade em geral, quem não vincular a conta vai perder alguns aplicativos e funções, já que esses recursos vão forçar o usuário a criar uma conta do Facebook, a fim de unificar as plataformas.






    Via: Engadget

    Nenhum comentário

    Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!