• Notícias

    Festa de Santo Amaro no Calendário de Turismo Religioso do Estado do Rio de Janeiro

    Ascom
    A Festa de Santo Amaro esta sendo divulgada no Calendário de Turismo Religioso do Estado do Rio de Janeiro. Um dos objetivos é promover a modalidade de turismo, e ajudar a desenvolver ações de visitas guiadas e fomentar a economia local e regional.

    Tradição há quase 4 séculos a festa recebe 150 mil pessoas nos dias festivos. Atrações culturais tradicionais e a devoção que se expandiu por todo o pais recebendo devotos durante o ano. A perspectiva da Diocese de Campos é da criação de um  circuito de eventos para que o Caminho de Santo Amaro passe a atrair devotos e turistas durante o ano todo. Um caminho de fé e de espiritualidade com visitas as igrejas históricas ao longo do percurso que começa na Catedral do Santíssimo Salvador e percorre a Rodovia Campos / Farol.

    No caminho igrejas históricas que ajudam a contar um pouco das historias de fé no santo que se tornou Padroeiro da Baixada Campista. Desde o dia 5 de janeiro começa a intensificar o numero de visitantes. A festa inicia oficialmente com a construção da igreja no período de 1733-1736. Nesse período são realizadas as atividades religiosas e culturais, tendo no dia 15 de janeiro a cavalhada, folguedo de origem lusa que representa o abraço e o dialogo da fé com a cultura.

    Tradição trazida pelos Monges Beneditinos presentes na região desde 1648 e preservada pelos moradores do Distrito Campista. A Festa de Santo Amaro é uma das maiores manifestações da cultura popular. E o espaço religioso é disputado por uma multidão de devotos que comparecem para agradecer as graças e milagres.

    O Operador de Turismo Flavio Martins que participou recentemente do I Seminário de Turismo Religioso que aconteceu no Rio de Janeiro no dias 29/11 no Auditório de Museu Histórico Nacional destaca a necessidade de desenvolver um projeto que incentive a realização de um roteiro de visitas de turistas no distrito campista para gerar novas fontes de trabalho.

    Precisamos promover roteiros de turismo religioso para a Igreja de Santo Amaro durante todo o ano e aproveitar os atrativos religiosos e culturais com objetivo de desenvolver a economia local. – destaca Flavio Martins.




    Ascom Diocese de Campos

    Nenhum comentário

    Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!