Últimas Notícias

Praia do Farol e Região em estado de alerta com a chegada de fragmentos de óleo

Técnicos do Inea de Campos e dos municípios de São Francisco do Itabapoana, São João da Barra, Carapebus, Quissamã, Região dos Lagos, entre ouros, possuem Plano de Contingência relacionado à presença de óleo nas praias para otimizar a resposta em caso de necessidade. 

O plano encontra-se em situação de monitoramento desde o surgimento do óleo no estado do Espírito Santo

Depois de atingir o nordeste e as praias do Espírito Santo, a Marinha do Brasil anunciou neste sábado (23) que fragmentos de óleo chegaram à praia de Grussaí em São João da Barra. Segundo a organização, o material, detectado na sexta-feira (22), é compatível com o que já foi encontrado na costa do Nordeste e do Espírito Santo.
Foto: Divulgação |  VNotícias
De acordo com a Marinha, foram encontrados 300 gramas de óleo na praia sanjoanense.

As amostras foram recolhidas pela Agência da Capitania dos Portos de SJB (AgSJBarra) e foram enviadas para o Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM), onde serão analisadas.

A Marinha do Brasil esclareceu ainda que a praia de Grussaí segue sendo inspecionada e, até o momento, não foram encontrados novos resíduos oleosos no local.

Horas após dos resíduos oleosos serem encontrados na praia de Grussaí, uma equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil de São Francisco de Itabapoana localizou mais fragmentos na Praia de Santa Clara, na manhã deste sábado.

A secretaria acionou as autoridades competentes — Marinha do Brasil e Instituto Estadual do Ambiente (Inea) — e coletou algumas amostras do óleo para serem analisadas.

As autoridades ambientais de São Francisco de Itabapoana aguardam, então, o resultado dessa análise mais detalhada, mas a probabilidade de ser o mesmo óleo que polui o Nordeste é grande.

“Com a localização de fragmentos na manhã deste sábado em São João da Barra e com a informação de que uma banhista pisou em um fragmento de óleo em Santa Clara e teve muita dificuldade para remover essa mancha do pé, nós percorremos o litoral de Santa Clara e localizamos as manchas”, disse a chefe do setor de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente de São Francisco, Juliana Alves, 

A secretária municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil de São Francisco, Luciana Soffiati, disse que já solicitou o apoio da Marinha e uma equipe de marinheiro da Capitania dos Portos de São João da Barra está se deslocando para São Francisco para recolher mais fragmentos no nosso litoral.

Soffiati disse ainda que vai participar de outra reunião neste domingo (24), em Macaé, com representantes do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Defesa Civil Estadual, Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Petrobras e autoridades de outros municípios da Região.
Homens da Marinha monitoram orla de Grussaí / Cléber Rodrigues/InterTV
Sobre a atuação do Governo do Estado com relação ao aparecimento de manchas de óleo na costa fluminense

A Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (Seas) e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) informam que estão trabalhando em ações preventivas com o objetivo de garantir pronta resposta, em caso de surgimento de mancha de óleo na costa Fluminense.
  • Em 24/10, conforme publicação em Diário Oficial, o Governo do Estado, por determinação do governador Wilson Witzel, criou um grupo de trabalho especial para acompanhamento e vigilância de qualquer anormalidade relativa a manchas de óleo na costa fluminense. O grupo é coordenado pela secretária do Ambiente e Sustentabilidade, Ana Lúcia Santoro, e composto por técnicos da Seas e do Inea.
  • Desde então, o grupo se reuniu três vezes (26/10, 31/10 e 13/11) com foco na ação preventiva e no monitoramento. O encontro contou com as presenças de representantes do corpo técnico da Seas, de setores de emergência e monitoramento do Inea, da Marinha do Brasil, do Ibama, da COPPE/UFRJ e de empresas do setor. Todas as ações do Grupo de Trabalho Especial estão em consonância com as orientações fornecidas pelo Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA), formado pela Marinha, pelo Ibama e pela Agência Nacional do Petróleo.
  • Por deliberação do GTE, o estado do Rio de Janeiro passou a fornecer informações oficiais preventivamente ao Grupo de Acompanhamento e Avaliação, em caso de surgimento de óleo na costa fluminense.
  • O Inea possui Plano de Contingência relacionado à presença de óleo nas praias para otimizar a resposta em caso de necessidade. O plano encontra-se em situação de monitoramento desde o surgimento do óleo no estado do Espírito Santo, tendo iniciado esta semana a articulação com os municípios a fim de receber informações das praias da costa fluminense. Os órgãos ambientais estaduais trabalham articulados com a Defesa Civil, que encabeça a mobilização nacional. A Defesa Civil Estadual é uma das instituições participantes do grupo de trabalho especial.
  • O Inea criou um grupo de contato em tempo real com os municípios do estado e com o GAA para receber informações da situação das praias da costa fluminense e definir ações conjuntas.
  • O Inea realizou, nos dias 6 e 7/11, a capacitação de aproximadamente 100 pessoas, entre técnicos da Defesa Civil estadual, do Corpo de Bombeiros, do próprio órgão ambiental, além de militares do Exército para atuação em caso de surgimento de óleo na costa. O treinamento incluiu atividade prática na praia, onde o grupo simulou atendimento de emergência.
  • O Comite Estadual P2R2 (Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Químicos Perigosos) foi incorporado ao grupo de trabalho especial criado pelo governador.
  • No dia 11 de novembro, o Inea iniciou a capacitação dos 25 municípios costeiros: São Francisco do Itabapoana, São João da Barra, Campos dos Goytacazes, Quissamã, Carapebus, Macaé, Rio das Ostras, Casemiro de Abreu, Cabo Frio, Búzios, Arraial do Cabo, Araruama, Saquarema, Maricá, Niterói, Itaguaí, Mangaratiba, Angra dos Reis, Paraty, São Gonçalo, Guapimirim, Magé, Itaboraí, Duque de Caxias e Rio de Janeiro. O GTE decidiu ainda pela criação de uma rede de monitoramento em tempo real com todos os municípios costeiros.
  • Nos dias 11 e 12/11, o Inea realizou treinamento com técnicos dos municípios de São Francisco do Itabapoana, São João da Barra, Campos dos Goytacazes, Carapebus, Quissamã, Rio das Ostras, Casimiro de Abreu, Macaé, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Búzios, Araruama e Saquarema. O treinamento aconteceu nas instalações do Porto Açu, em São João da Barra. Inicialmente o foco são os municípios do Noroeste Fluminense e Região dos Lagos.
  • O Inea promoveu no dia 19/11 curso de capacitação sobre técnicas de avaliação e limpeza de praias com surgimento de óleo para servidores dos órgãos ambientais estaduais e da Prefeitura do Rio.
  • No dia 21/11 o Inea realizou capacitação de cerca de 50 técnicos dos municípios do Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Maricá, Niterói, Guapimirim e Araruama, além de militares do Exército do Batalhão de Infantaria Mecanizada de Macaé, de Campos dos Goytacazes e de Belo Horizonte, Minas Gerais, com o objetivo de prepará-los para atuação em caso de surgimento de mancha de óleo nas praias fluminenses. O curso abrangeu aulas teóricas e exercícios práticos.
  • O Inea tem trabalhado para operacionalizar todos os Planos de Área que abrangem a faixa litorânea do estado com a realização de exercícios simulados, integrando empresas e órgãos públicos. Já foram realizados exercícios simulados para os municípios do Norte e Noroeste Fluminense, Região dos Lagos e Região Metropolitana.
  • Comitês técnicos foram criados para que cada área seja abordada de acordo com as demandas, mantendo o município capacitado e informado. São eles: Comitês de Fauna, de Gestão de Resíduos, de Águas, de Logística, de Monitoramento e de Resposta. Este último de maneira preventiva, em especial atenção à limpeza do lixo.






JTV | *Com informações de VNotícias | Inea
Da Redação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!

Portal do Farol | O Portal de Notícias do Farol de São Thomé | Designed by F.H. | TecnologiaTemplateism.com | Todos os direitos reservados. Copyright © 2019

Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.
Published By Gooyaabi Templates