Últimas Notícias

São Salvador retoma transporte coletivo na Baixada Campista

Com nova direção desde janeiro, a empresa São Salvador, do Consórcio União, informou, nesta segunda-feira (15), a retomada gradativa do transporte de passageiros nas 10 linhas da Baixada Campista e da praia de Farol de São Thomé.
Genilson Pessanha

 O Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) destaca como positivo o anúncio da empresa, que, após interromper o serviço no final de 2017, passou por processo de recuperação e foi retomando a prestação do serviço ao longo de 2018, inclusive executando a linha Campos-Farol neste verão. Nesta segunda, passageiros reclamaram da falta de cumprimento de horários e má conservação dos ônibus.

Segundo a empresa, ela volta a operar normalmente nas linhas Farol de São Thomé, Córrego Fundo, Quixaba, Parque Imperial, São Sebastião e Beira do Taí. Diretor administrativo e operacional, Gregório de Lima disse que a São Salvador teve que redesenhar o planejamento da prestação do serviço, em razão do estado de sucateamento em que a frota foi encontrada.

— Apostamos no crescimento do município e respeitamos a população campista, sobretudo nossos funcionários. Mantivemos os funcionários antigos e estamos regularizando, junto à Justiça Trabalhista, os pagamentos em atraso. Prova disto, estamos assumindo a empresa para um novo tempo no transporte público de Campos — afirmou o diretor, embora destaque que, dos 25 coletivos da empresa, salvo os que foram apreendidos e os que estão parados na garagem, apenas 13 ônibus estão em condições de circulação.

Na tarde desta segunda, cerca de 60 pessoas aguardavam o ônibus da linha Campos-Farol, algumas delas informaram que aguardavam por cerca de duas horas na rodoviária Roberto Silveira. “Durante o verão, eles mantiveram as linhas do jeito que tem que ser, mas, assim que ele acabou, voltou ao normal, que é o não cumprimento de horários, além de ônibus quebrando no meio do caminho”, afirmou Renata Freitas, que mora na praia campista e trabalha no Centro e pega o ônibus todos os dias.

Linhas com medidas paliativas — De acordo com o diretor, outros itinerários da Baixada, como Goitacazes, Bugalho, Parque Saraiva e Donana, estão sendo atendidos, de forma paliativa, pelos coletivos que fazem a linha Farol de São Thomé. “Estamos trabalhando para o quanto antes resolver as pendências desses veículos e aumentar a frota em circulação, oferecendo um serviço melhor à população. Durante o verão, por exemplo, firmamos uma parceria com a Viação Jacarandá para aumentar a oferta nos horários de pico nas linhas Campos-Farol e Farol-Campos”, acrescentou Gregório, que já trabalhou como motorista na empresa.

Sobre a interrupção do serviço pela empresa, o IMTT ressaltou que a Prefeitura não trata o serviço de transporte público individualmente por empresas e que, como a São Salvador, assim como a Turisguá, Siqueira e Cordeiro, faz parte do Consórcio União, coube a este assumir as linhas abandonadas. Na ocasião, o União não conseguiu atender os trajetos e outro consórcio foi acionado. O IMTT também informou que, no início de 2018, a São Salvador foi assumida por um grupo que iniciou a retomada das operações até que, no final do mesmo ano, a viação passou novamente para outro grupo, que é o atual gestor da empresa.

O presidente do IMTT, Felipe Quintanilha, considera positiva a retomada das linhas da Baixada pela São Salvador. “Recebemos de bom grado a notícia da recuperação da empresa e do objetivo de melhorar os veículos, e isso significa melhoria para a população, especialmente a partir desse novo modelo de transporte que a cidade irá experimentar nos próximos meses, com a implantação do sistema integrado de transporte coletivo”, disse.


Folha 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!

Portal do Farol | Designed by F.H. | TecnologiaTemplateism.com | Todos os direitos reservados. Copyright © 2019

Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.
Published By Gooyaabi Templates