Últimas Notícias

Inea e projeto tamar monitoram período reprodutivo de tartarugas marinhas

(Foto: Pedro Caetano/Inea)
Agentes do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e do Projeto Tamar registraram 55 desovas de tartarugas marinhas com cerca de 5.500 ovos, dentro e no interior do Parque Estadual da Lagoa do Açu desde setembro até o momento.


De setembro a março, dezenas de tartarugas marinhas da espécie cabeçuda (Caretta caretta) procuram a localidade para desovar. O fenômeno é monitorado pela equipe da unidade de conservação, em parceria com o Projeto Tamar.

Segundo o Inea, na última temporada reprodutiva (2015/2016) a Base Bacia de Campos do Projeto Tamar, que monitora aproximadamente 105 quilômetros de praias, abrangendo os municípios de Campos, São João da Barra e São Francisco de Itapaboana, protegeu 2.898 desovas e liberou ao mar aproximadamente 222 mil filhotes.

“É um trabalho muito importante para a preservação da nossa fauna. No início do ano, tivemos mais uma inédita eclosão de ovos da espécie de tartaruga cabeçuda (Caretta caretta) no Parque Estadual da Ilha Grande. A desova aconteceu no início de janeiro na Praia de Lopes Mendes”, ressaltou o secretário estadual do Ambiente, André Corrêa.

Com área aproximada de 8.251 hectares, o Parque Estadual da Lagoa do Açu abrange partes dos municípios  de Campos e São João da Barra.​




Do G1 Norte Fluminense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!

Portal do Farol | O Portal de Notícias do Farol de São Thomé | Designed by F.H. | TecnologiaTemplateism.com | Todos os direitos reservados. Copyright © 2019

Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.
Published By Gooyaabi Templates