segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Comandos do DPO e 8º Batalhão da Polícia Militar respondem ao Farol em entrevista para o Portal

Foto: Portal do Farol
Trabalhando no DPO do Farol de São Thomé desde agosto de 2014, o policial Sub Tenente Barros que desde janeiro deste ano comanda o Destacamento de Policiamento Ostensivo do Farol, vem atuando junto com a guarnição e sob o comando do Cmt. da 1ª Cia Tenente Márcio do 8º BPM de Campos com pulso firme e fazendo um bom trabalho na localidade, o que é notório pela população da praia campista. 

Farol de São Thomé com aproximadamente 30.000 habitantes, não tem um número expressivo de policiais que atuam na localidade durante todo o ano, mas, de acordo com o Comandante do Destacamento, Sub Tenente Barros, mesmo diante da dificuldade já solicitou um aumento no efetivo, tendo em vista que a polícia do Farol também atende Barra do Furado, município de Quissamã, que atualmente não tem um destacamento.

Em entrevista para o Portal do Farol, o Comandante Barros do Destacamento de Policiamento Ostensivo do Farol e o Tenente Márcio do 8º Batalhão da Polícia Militar de Campos, responderam as seguintes questões de interesse aos moradores e frequentadores da única praia campista.

Portal do Farol: O Farol tem aproximadamente 30 mil habitantes, você acha que a quantidade de policiais atuando hoje no Farol é suficiente, tendo em vista também o aumento da criminalidade no Farol e bairros vizinhos?

Cmt. 1ª cia Tenente Márcio: Campos tem hoje algumas peculiaridades diferentes até mesmo do Rio de Janeiro que é essa migração durante as festividades, dando um maior problema na alta temporada que é quando começamos a intensificar o policiamento nessa área. Estamos com dificuldade muito grande na questão de efetivo e isso é no geral, tanto as polícias civil, federal e a militar enfrentam esse problema. O crescimento populacional é geral e a polícia não acompanha. Mas, em comparação ao Rio de Janeiro a criminalidade do município diminuiu muito. Roubo a veículos caiu drasticamente na região apesar de ainda acontecer em alguns pontos da cidade. O 8º BPM é o maior batalhão do Estado do Rio, as vezes, a distância aumenta o tempo de chegada do apoio, devido a distância com o centro, porém, em déficit a polícia não estar não. Estamos trabalhando muito. Temos o DPO de Farol que funciona 24 horas para dar a primeira resposta aos cidadãos.

Portal do Farol: Com relação ao aumento de roubos e o tráfico de drogas no Farol, existe alguma ação ou alguma medida que a polícia vem colocando em prática para poder coibir tais ações?

Cmt. do Destacamento Sub Tenente Barros: O destacamento faz um policiamento ostensivo em todo o Farol de São Thomé. Faz rondas constantes e intensifica as rondas nas áreas mais críticas, onde a incidência de delitos são maiores como: Xexé, Vila do Sol, Vila dos Pescadores e Rádio Velho. As rondas são feitas manhã, tarde e noite. A ajuda da população é imprescindível na luta contra o tráfico. Existe hoje o disk denúncia do 8º BPM que conta também com whatsapp e uma página no facebook para denúncias que tem sigilo absoluto. A população precisa trabalhar em conjunto com a polícia, porque contamos com essa ajuda da população que deve se unir na luta denunciando, dando precisamente características do possível suspeito, para que possamos desempenhar um trabalho em conjunto na busca do êxito contra o tráfico e outros delitos. 

Cmt. 1ª cia Tenente Márcio: O tráfico no Farol já está sendo coibido. Quando se aproxima a alta temporada o tráfico de Campos e outras regiões começam a migrar para a área de praia. Por exemplo, o combate ao tráfico na área central é constante, onde esses elementos migram para área litoranea na tentativa de implementar o tráfico para suprir o déficit que tem na área central. O tráfico sempre vai acontecer onde tiver usuários, só que a gente trabalha para coibir isso.

Portal do Farol: O que motivou a operação que ocorreu no Farol, sexta dia 13 de novembro de 2015? 

Cmt. do Destacamento Sub Tenente Barros: A operação que ocorreu na sexta, dia 13, foi motivada por denúncia recebida no DPO do Farol e pelo serviço de inteligência do 8º BPM, onde foi descoberto e denunciado que haveria uma invasão pela facção conhecida como ADA (Amigo dos Amigos) no Farol. Foram realizadas revistas em suspeitos e rondas. A operação veio para mostrar que a guarnição do Farol e a corporação da polícia militar de Campos está efetivamente no combate ao tráfico em toda a região e no Farol.

Cmt. 1ª cia Tenente Márcio: Através de informações do DPO e do serviço de inteligência do 8º Batalhão, sabíamos que possivelmente ocorreria uma disputa pelo tráfico da localidade. Com o apoio da sessão de planejamento do 8º Batalhão foram feitas operações para premeditar essa possível invasão onde obtivemos êxito, pois, os referidos tentaram se instalar dentro de uma fazenda para planejar a possível invasão onde o cerco foi feito, e, por se tratar de uma área de mata os mesmos se evadiram não retornando mais.  Cabe destacar que no dia anterior um dos envolvidos foi detido com uma arma.
Rota de fuga dos traficantes na operação de 13 de Novembro
Vista aérea - Vila dos Pescadores / Farol
Portal do Farol: A operação no ponto de vista da população foi ótima porque mostrou que o Farol não está largado e não é uma localidade onde pode se fazer o que quiser e ficar por isso mesmo, sendo assim, há pretensão de continuar com a operação e as rondas? 

Cmt. do Destacamento Sub Tenente Barros: Sempre que necessário novas operações com guarnições do 8º BPM e DPO de Farol de são Thomé, serão realizadas na localidade. As operações são importantes, mas, procuramos fazê-las em dias estratégicos e de surpresa. 

Cmt. 1ª cia Tenente Márcio: A ajuda da população é de suma importância, principalmente a população do Farol que é menor. Hoje existe o whatzapp da Polícia Militar de Campos que é o (22) 99850-6004, uma página do 8º BPM que também recebe denúncias, além do próprio disk denúncia 2723 -1177, todos tem sigilo absoluto. A informação é direto e a resposta da polícia é imediata. A população precisa ajudar e valorizar a polícia que está aqui para defendê-los. Como exposto anteriormente, a informação é de extrema importância e a resposta policial é imediata.

Portal do Farol: Um dos maiores problemas para a população no que diz respeito ao Destacamento de Polícia é o fato da ocorrência não poder ser registrada no Farol. Existe alguma possibilidade ou algum projeto para que as ocorrências passem a ser feitas no Farol? O que é necessário, qual critério para que haja uma delegacia no Farol?

Cmt. 1ª cia Tenente Márcio: O projeto existe, só que essa parte do registro é com a Polícia Civil. A nossa parte é ostensiva é a parte que trabalha com o fato acontecendo, a parte investigativa é com a polícia civil. Essa problemática das ocorrências não é culpa da policia militar, porque não somos nós que fazemos os registros. De qualquer forma, essa parte está sendo estudada. Pois, mesmo com uma delegacia itinerante é muita demanda para pouco policial, daí entra a questão do efetivo. Mesmo que a população não faça a ocorrência de certos furtos e roubos devido a distância, podem denunciar pelo whatzapp, pois se não for gerada a ocorrência o delito não aconteceu. Logo, o problema não chega ao DPO. Se por qualquer motivo não fizerem a ocorrência na civil, que leve a situação ao DPO ou pelos meios hoje implementados pelo 8º Batalhão (redes sociais, whatzapp).

Cmt. do Destacamento Sub Tenente Barros: Facilitaria muito o serviço devido a distância em especial no verão, pois, o trânsito de veículos é intenso, onde a demora no deslocamento faz com que a vítima não registre ou quando registra desfalca uma viatura por um grande periodo de tempo. Mas, acredito que isso já esteja sendo estudado por quem compete tal projeto. Existem ocorrências que podem ser feitas on line, como é o caso dos acidentes de trânsito sem vítimas. Faz direto no site do E-brat que é uma ferramenta web para registro e acompanhamento de registros de acidentes de transito sem vítimas. Através desta ferramenta, o cidadão poderá encaminhar as informações sobre um acidente de transito sem vítima para a PMERJ que, após validação das informações, disponibilizará o BRAT (Boletim de registro de acidente de trânsito) para impressão online. No site da Polícia Civil também pode ser feito alguns registros on line como, o extravio (perda) de documentos e celular. O site da polícia civil pode ser acessado AQUI.

Portal do Farol: Já existe um plano de segurança para a alta temporada? Tem algum planejamento em especial que será posto em prática nos horários dos trios elétricos e nos shows?

Cmt. 1ª cia Tenente Márcio: Já sim, nos baseamos muito no plano de operação da temporada anterior. Esse ano teremos modificações na questão de palco. A estrutura que será montada terá uma grande participação da polícia militar, pois, o policiamento será mais flexível, dependendo do horário e do número de pessoas que o evento poderá vir a ter.

Trios Elétricos

A questão de roubos vai existir em qualquer lugar, a oportunidade é que faz o ladrão, porém, temos um planejamento e efetivo que guarnece tanto a retaguarda do trio como a parte da frente. É importante orientar a população que atente para utilização do celular (selfie), evite andar sozinho e sempre procure um policial mais próximo para que o mesmo possa orientar e apoiar - destacou o ten. márcio.

Portal do Farol: Existe algum projeto da PM que visa ministrar palestras nas escolas para os jovens sobre conscientização referente as drogas, o álcool, etc?

Cmt. do Destacamento Sub Tenente Barros: Existe sim, é um programa da Polícia Militar a nível nacional que é o PROERD – PROGRAMA EDUCACIONAL DE RESISTÊNCIA AS DROGAS. Tal programa trás policiais capacitados para ministrar as palestras e conversar com os alunos. Essas palestras devem ser solicitadas pela direção das escolas. 

Cmt. 1ª cia Tenente Márcio: A central do PROERD no Rio de Janeiro fica no CFAP, lá é a matriz e onde pode ser solicitado. o Proerd de Campos pelo que pude observar é mais de fiscalização. Mas há os policiais que devido suas qualificações, passam os conhecimentos para as crianças, é o fato também de aproximar a figura policial da criança.

É interessante que a criança nas escolas já recebam instruções por meio de tais programas como é o caso do PROERD, tendo em vista do aliciamento já começar bem cedo na vida dos menores, infelizmente. Trazer esse programa para as escolas é a dica do nosso Portal para todos os diretores da área de educação.

O Destacamento do Farol informa que o número 190, não existe para a praia do Farol de São Thomé. Quando discado, o 190 cai em Campos ou São João da Barra. O número do DPO do Farol atualmente é o (22) 2747-3293.
Porto do Farol de São Thomé
Rádio Velho - Farol
Vila dos Pescadores - Farol
Farol 
Por Fabiana Henriques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!

| Notícias |

Curta a Nossa Fan Page No Facebook
Curta nossa página no Facebook e fique por dentro em primeira mão... Notícias, Dicas de Eventos, Curiosidades, Notas de Utilidade Pública e Muito Mais! De janeiro a janeiro, o ano inteiro com você! Portal da Praia Farol de São Thomé - www.praiafaroldesaothome.com.br - “A gente se encontra aqui!"

| Geral |

| DESTAQUE |

Inscrições para o Garoto e Garota Farol 2018 até 1º de novembro

Secom Seguem abertas até o dia 1º de novembro as inscrições para o concurso Garoto e Garota Farol 2018. Jovens do sexo feminino e masc...

| Leia Também |

Você Conhece a História do Monumento do Farol? Assista!

| Sua mensagem aqui |

Enviar sua mensagem click AQUI
As mensagens são moderadas e passarão por análise antes de sua publicação.