Páginas

Curta a Nossa Fan Page No Facebook
Curta nossa página no Facebook e fique por dentro em primeira mão... Notícias, Dicas de Eventos, Curiosidades, Notas de Utilidade Pública e Muito Mais! De janeiro a janeiro, o ano inteiro com você! Portal da Praia Farol de São Thomé - www.praiafaroldesaothome.com.br - “A gente se encontra aqui!"

domingo, 12 de outubro de 2014

Operadores de rádio que atuam em plataformas e navios sonda ameaçam paralisação

Divulgação

A partir da zero hora do dia 13 de outubro, segunda-feira, operadores de Rádio GMDSS que atuam em plataformas e navios sonda e de navegação vão entrar em greve por tempo indeterminado.

A decisão foi tomada no último dia 30, após uma paralisação de advertência. Cabe aos trabalhadores fazer a comunicação entre plataformas em todo país.

Os operadores reivindicam piso salarial de R$ 2.184,45, Participação nos Lucros e Resultados, além de jornada de trabalho de 14 dias de trabalho por 21 dias de folga, a exemplo da jornada dos petroleiros.

Durante a greve, segundo a diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações e Operadores de Mesas Telefônicas (Sinttel), Virgínia Berriel, será mantido apenas o atendimento prioritário. Os trabalhadores vão atender as embarcações rancho, água, óleo, atendimento ao alarme e simulado e emergência declarada e aeronaves PDAD (transporte de doentes), com isso será garantido 30% do atendimento da demanda dos serviços prioritários

O Sinttel-Rio realizou cinco rodadas de negociação com as empresas, a última delas aconteceu no dia 29 de setembro, quando a proposta apresentada por elas foi para reajuste de salários e benefícios apenas pelo INPC acumulado 6,05%. O Sinttel fez uma contraproposta para que o aumento do piso fosse gradativo até chegar ao valor reivindicado em maio/2015 (R$ 2.178,45) e, por último, propôs o INPC 6,05% agora e a aplicação do piso em maio, porém, as empresas não aceitaram, o que gerou revolta na categoria e a paralisação de advertência no último dia 30, com adesão de 80%.

Segundo Virgínia, as duas maiores prestadoras de serviços somam juntas 200 trabalhadores embarcados nas diversas plataformas da Bacia de Campos. O piso salarial atualmente,  é de R$ 1,5 mil.

Para o exercício desta função, os trabalhadores são muito qualificados, eles operam com licenças e autorizações para trabalhar pela Anatel, Marinha e Aeronáutica, além de toda a responsabilidade que assumem na recepção e aproximação de aeronaves e embarcações.














Sindipetro NF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!

| Notícias |

| Leia Também |

Você Conhece a História do Monumento do Farol? Assista!

| Sua mensagem aqui |

Enviar sua mensagem click AQUI
As mensagens são moderadas e passarão por análise antes de sua publicação.