Páginas

Curta a Nossa Fan Page No Facebook
Curta nossa página no Facebook e fique por dentro em primeira mão... Notícias, Dicas de Eventos, Curiosidades, Notas de Utilidade Pública e Muito Mais! De janeiro a janeiro, o ano inteiro com você! Portal da Praia Farol de São Thomé - www.praiafaroldesaothome.com.br - “A gente se encontra aqui!"

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Petroleiros cruzarão os braços novamente


Em menos de duas semanas, já está prevista mais uma paralisação parcial das atividades de plataformas de petróleo e gás natural pertencentes à empresa Petrobras na Bacia de Campos.

Funcionários de 34 plataformas prometem participar da mobilização, que ocorrerá nesta sexta-feira, dia 9, a partir da zero hora e durará 24 horas. As informações foram passadas pelo sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF), que protocolou ontem um ofício para o Diretor de Exploração e Produção da Petrobrás, José Miranda Formigli Filho, comunicando a decisão da categoria petroleira de realizar a ação.

O motivo do protesto da categoria continua sendo o mesmo que motivou os funcionários a realizarem a última paralisação, ocorrida na quinta-feira do dia 25 de julho: o descumprimento, por parte da Petrobras da Lei 605/49, que prejudicaria os trabalhadores, não pagando o reflexo das horas extras passadas a bordo dos petroleiros no repouso, período que deveria ser remunerado com o mesmo valor de um dia de trabalhado, como determinaria a lei.

De acordo com a assessoria de imprensa do sindicato, apenas as atividades mais essenciais, que podem produzir impacto na saúde, segurança e habitabilidade dos funcionários durante as 24 horas da paralisação, serão realizados. O curso de ações do protesto deverá seguir os mesmos moldes da última paralisação.

O Sindipetro-NF também informou que a orientação passada à categoria é a de que a operação da plataforma seja entregue aos prepostos da empresa, com assinatura de termo de entrega em que atestarão que apresentam as condições técnicas necessárias para dar continuidade à operação segura da unidade. No momento da entrega, os trabalhadores se colocarão à disposição para a parada segura da unidade. A recusa em assinar o termo de entrega não impedirá, segundo o sindicato, que a plataforma seja considerada entregue.

Na última paralisação, segundo informação passada pela assessoria da estatal do petróleo, à época, equipes de contingência da companhia foram mobilizadas para garantir a normalidade da produção nas plataformas.






Folha da Manhã

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!

| Notícias |

| DESTAQUE |

Bancos terão horários especiais de atendimento em dia de jogos da seleção

Divulgação As agências bancárias terão horários diferenciados nos dias de jogos da Seleção Brasileira. Na sexta-feira (22/06), o B...

| Leia Também |

Você Conhece a História do Monumento do Farol? Assista!

| Sua mensagem aqui |

Enviar sua mensagem click AQUI
As mensagens são moderadas e passarão por análise antes de sua publicação.