Páginas

Curta a Nossa Fan Page No Facebook
Curta nossa página no Facebook e fique por dentro em primeira mão... Notícias, Dicas de Eventos, Curiosidades, Notas de Utilidade Pública e Muito Mais! De janeiro a janeiro, o ano inteiro com você! Portal da Praia Farol de São Thomé - www.praiafaroldesaothome.com.br - “A gente se encontra aqui!"

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Consumidores já pagam a conta de luz com redução

Muitos campistas, como os consumidores de todo o território fluminense, já comemoraram no início deste mês, a queda no valor do pagamento das contas de energia elétrica de maio, embora o Senado ainda não tenha aprovado a Medida Provisória 605/2013, que trata da redução da tarifa para consumidores residenciais e industriais no país.


O desconto de 18%, confirmado pela presidente Dilma Rousseff, foi aplicado como previsto pela concessionária Ampla. "Senti uma diferença pequena, de apenas R$ 8, mas já é alguma coisa", disse o aposentado Carlos Almeida, 72. "Minha conta era de cerca de R$ 120 e paguei R$ 104", comemorou a dona de casa Carmel Prudêncio, 43.

No caso da Ampla, antes do desconto, a empresa aumentou a tarifa em 12,13%, após Resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Na prática, a redução não afeta o faturamento das empresas, pois além do aumento de 12,13%, elas terão restituição de parte a redução da tarifa como empréstimo compulsório para investimentos.

Queda de braço com o Senado

O presidente da Associação de Comerciantes e Amigos da Rua João Pessoa e Adjacências (Carjopa), Eduardo Chacur, critica a decisão da equipe econômica do governo de não estender o benefício também para o comércio. "Não entendo a discriminação. Em Campos, assim como em todo o país, este é um dos setores que mais empregam. Temos uma das mais pesadas cargas tributárias do mundo". 

Na terça-feira, a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, disse que o governo garantirá a redução da tarifa mesmo se o Senado não votar a MP. "O governo lamenta a não colocação da MP em votação, mas deixa claro que a redução está garantida. Temos mecanismos para garantir a redução". A ministra, no entanto, não esclarece qual será a "solução legislativa" que o governo lançará mão para garantir a redução.

Enquanto isso, o presidente do Senado, Renan Calheiros, confirma que, após entendimento com lideranças do PMDB e de partidos aliados, não colocará em votação a MP. Segundo ele, toda matéria que chegar ao Senado em prazo inferior ao estabelecido pela Mesa Diretora da Casa, não entrará em votação.






O Diário RJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!

| Notícias |

| DESTAQUE |

Petrobras recebe inscrições para patrocínio a projetos ambientais e sociais

Divulgação A Petrobras lança edição 2018 da Seleção Pública de projetos sociais e ambientais do Programa Petrobras Socioambiental.

| Leia Também |

Você Conhece a História do Monumento do Farol? Assista!

| Sua mensagem aqui |

Enviar sua mensagem click AQUI
As mensagens são moderadas e passarão por análise antes de sua publicação.