terça-feira, 2 de setembro de 2014

Setembro: Início da 34º temporada reprodutiva das tartarugas marinhas

Foto: Tamar
A temporada reprodutiva no Brasil ocorre entre os meses de setembro e março, e dia 1º de setembro o Projeto Tamar deu início ao monitoramento da 34ª temporada reprodutiva das tartarugas marinhas ao longo de todo o litoral brasileiro, para isso, o projeto conta com o apoio de pesquisadores, estagiários e principalmente da comunidade e turistas.

Pesquisa, conservação e manejo das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, todas ameaçadas de extinção, é a principal missão do Tamar, que protege cerca de 1.100km de praias, através de 23 bases de pesquisa e conservação e 11 Centros de Visitantes localizados em áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso desses animais, no litoral e ilhas oceânicas, em nove estados brasileiros.

Na temporada 2013/2014, o Projeto Tamar obteve novos recordes: 26.199 ninhos protegidos, gerando mais de 2 milhões de filhotes, levados ao mar em segurança. Isso representa um aumento de 17% em relação à temporada reprodutiva anterior (2012/2013), o que corresponde a 3 mil ninhos a mais. Esses resultados se referem à temporada de reprodução no continente e nas ilhas oceânicas. O balanço é resultado do trabalho realizado através de 18 bases de pesquisa instaladas em áreas prioritárias de desova monitoradas no litoral de cinco estados brasileiros: Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Sergipe, Pernambuco e Rio Grande do Norte.
Projeto Tamar completa 35 anos
No Rio de Janeiro, desde 1992, o projeto conta com o apoio da Base de Farol de São Thomé, que monitora cerca de 105 quilômetros de litoral nos munícipios de Campos dos Goytacazes, São João da Barra e São Francisco de Itabapoana, que na temporada 2013-2014 liberaram um total de 158.807 filhotes.

Além das atividades de monitoramento e manejo reprodutivo durante as temporadas de nidificação das tartarugas marinhas, o projeto desenvolve um trabalho de monitoramento das atividades pesqueiras, onde conta principalmente com o apoio e parceria dos pescadores locais, que ao capturarem incidentalmente uma tartaruga marinha, entram em contato com o projeto e entregam o animal, em seguida são coletados todos os dados biológicos como espécie, comprimento do casco, largura, peso, etc. E em seguida o animal recebe uma marcação com um par de anilhas de metal que contem uma numeração específica e o endereço do projeto, esta marcação funciona como uma carteira de identidade do animal.

Caso o animal esteja em boas condições de saúde ele é solto imediatamente, já em casos onde os animais apresentam algum tipo de problema, acabam sendo encaminhados para tratamento clinico veterinário e permanecem em reabilitação.

O projeto também desenvolve um trabalho de educação ambiental com as comunidades locais, através de oficinas, palestras, atividades lúdicas, etc. Só no primeiro semestres de 2014, foram realizadas palestras em cerca de 30 escolas Municipais e particulares destes municípios. 

O Projeto Tamar é uma cooperação entre o Centro Tamar e a Fundação Pró-Tamar e tem como patrocinador oficial a Petrobras desde 1983.
  









Tamar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!

| CLIQUE e Saiba Mais |

| CLIQUE e Saiba Mais |
01, 02 e 03 de Dezembro

| Notícias |

Curta a Nossa Fan Page No Facebook
Curta nossa página no Facebook e fique por dentro em primeira mão... Notícias, Dicas de Eventos, Curiosidades, Notas de Utilidade Pública e Muito Mais! De janeiro a janeiro, o ano inteiro com você! Portal da Praia Farol de São Thomé - www.praiafaroldesaothome.com.br - “A gente se encontra aqui!"

| Geral |

| DESTAQUE |

CÚPULA DA CACHAÇA - Barra Velha Prata e Premium entram na lista das '250 Cachaças Mais Queridas do Brasil' e seguem no Ranking

Foto: Fabiana Henriques A primeira fase do III Ranking Cúpula da Cachaça – o Voto Popular – demonstrou, mais uma vez, como a produção ...

| Leia Também |

Você Conhece a História do Monumento do Farol? Assista!

| Sua mensagem aqui |

Enviar sua mensagem click AQUI
As mensagens são moderadas e passarão por análise antes de sua publicação.