terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Naufrágio no mar do Farol ocorrido em 1944 terá sua história contada em documentário

De acordo com Rodolfo Slot, Diretor e Produtor, o documentário está previsto para ser lançado no primeiro semestre de 2017. "A dificuldade que tivemos e temos é que todos os recursos são próprios e sem nenhum apoio ou leis de incentivo. Mas estamos finalizando" - disse o diretor.

O documentário conta a história de dois irmãos pescadores profissionais, que ao invés de redes e armadilhas, caçam 1 a 1 os peixes e, em um destes mergulhos encontraram casualmente um naufrágio a 25 milhas ao sul do Farol de São Thomé que, posteriormente comprovou ser o tão procurado navio auxiliar de guerra da Marinha Brasileira "Vital de Oliveira".

Com este fato histórico inicia o documentário repleto das aventuras dos dois irmãos pescadores, inclusive com as caças dos peixes e acidentes no fundo do mar, histórias sobre o "Vital de Oliveira" que é cercada de tramas, assassinato, processos, condenações até ser torpedeado pelo U-Boat 861 a serviço dos Nazistas e, o depoimento do náufrago do "Vital de Oliveira" e sua história com muitas mágoas e abandono, além dos depoimentos dos Alemães.

Como se não bastasse, um U-Boat original em exposição, museus e artefatos da 2ª guerra mundial, todos na Alemanha e o algoz do "Vital de Oliveira", o U-Boat 861 naufragado na costa Irlandesa,  serão mostrados.
Documentário Resgate Vital
O documentário Resgate Vital é repleto de histórias, depoimentos e imagens jamais vistas e que foram encontrados à 55 metros de profundidade e 72 anos passados.

O PROJETO

Durante a 2ª guerra mundial 3/4 dos 1.170 submarinos à serviço dos nazistas, conhecidos como U-Boat, foram aniquilados pelos aliados.

Mas antes disto o U-Boat 861, um entre dezenas que patrulhavam em "águas" Sul-americanas, torpedeou e afundou o navio auxiliar de guerra da Marinha Brasileira "Vital de Oliveira", onde morreram 99 marinheiros e 1 criança.
Submarino Alemão U-861 / Foto: Sharkhunters
Por 72 anos o "Vital de Oliveira" ficou desaparecido no fundo do oceano Atlântico, há 25 milhas ao sul do Farol de São Thomé. Mas este mistério está chegando ao fim. 2 irmãos pescadores, no exercício do ofício, encontraram casualmente os restos deste triste naufrágio.

Um grupo de mergulhadores e produtores de documentários foram até o local e fotografaram o navio para ser autenticado.

Especialistas já confirmaram que o navio encontrado no fundo do Atlântico é realmente o "Vital de Oliveira".

Agora a sua história poderá ser contada, os mortos finalmente enterrados por seus familiares e a esquecida tripulação receber a homenagem e reconhecimento merecidos. Afinal, eles são heróis brasileiros.

Com este fato histórico está sendo produzido uma série com 4 episódios com 22 minutos, cada.

O projeto já está aprovado na Agência Nacional do Cinema - ANCINE, para captação de recursos no Artigo 1ºA da lei do audiovisual. 

RODOLFO SILOT
Diretor e Produtor







 AFONSO JÓRIO
Operação de Mergulho







RICARDO SANFIM
Assistência Jurídica e Pesquisa







JOSÉ LUIZ MERIGETE
Pescador e Mergulhador







EVERALDO MERIGETE
Pescador e Mergulhador







MILTON GARCIA
Direção de Fotografia / PD

JACKSONO ONO
Assistente de direção 

VINÍCIUS GRATIVOL DE MENEZES
Making of

AFONSO JÓRIO, EVERALDO MERIGUETE, 
JOSÉ LUIZ MERIGUETE E RODRIGO MELO
Cinegrafistas sub 

ROBERTO MELO e RICARDO SANFIM
Fotógrafo Sub 

MIGUEL BRIAMONTE
Trilha 

JOELMA MERIGUETE
Relações institucionais - Vitória,ES 

MARCOS ANDRÉ
Apoio 

RODRIGO MELO
Suporte técnico de mergulho 

WILLIAM D. GIFFONI
Suporte dos mergulhos 

OCCEANUS - BARCO PESQUEIRO
Embarcação Pesquisa 

Navio Vital de Oliveira
Foto: Navios Brasileiros
O NAux/NHi Vital de Oliveira, ex-Vapor Itaúba', foi um dos navios a vapor da classe Ita que fazia a navegação de cabotagem no Brasil, transportando passageiros e cargas na primeira metade do século XX. Foi construído pelo estaleiro Ailsa Shipbuilding Company Ltd, de Troon, Escócia, em 1910, para a Companhia Nacional de Navegação Costeira, e batizado com o nome Itaúba.

Em 1911, o Itaúba foi requisitado pela Marinha do Brasil para servir como transporte da força naval enviada à baía de Assunção destinada a garantir a livre navegação do rio Paraguai, durante a guerra civil do Paraguai, de 1911-1912.

Em 1931, ele foi incorporado à Marinha de Guerra brasileira, juntamente com os vapores Itajubá e Itapema e em 2 de dezembro, de 1932 foi rebatizado como Vital de Oliveira, em homenagem ao Capitão de fragata Manuel Antônio Vital de Oliveira, morto em um bombardeio ao Forte de Curupaiti, em 2 de fevereiro de 1867, quando comandava o Monitor Encouraçado Silvado, na Guerra do Paraguai.

Na Marinha, o Itaúba foi classificado, ao longo dos anos, como navio de instrução, navio faroleiro, navio hidrográfico e, por fim, navio auxiliar.

No dia 19 de julho de 1944, às 23:55, o NAux Vital de Oliveira foi posto a pique, atingido por um torpedo do submarino alemão U-861, a 25 milhas ao sul do Farol de São Thomé, na costa fluminense.

Ele havia partido do porto de Natal trazendo militares para o Rio de Janeiro, e havia feito escalas em Cabedelo, Recife, Salvador e Vitória, de onde saíra escoltado pelo caça submarino Javari. Morreram no naufrágio 100 pessoas dos 270 tripulantes e passageiros

Na ocasião, era comandado pelo Capitão-de-Fragata João Batista de Medeiros Guimarães Roxo.




























ROBERTO MELO e RICARDO SANFIM
Fotógrafo Sub





resgatevital.com.br

3 comentários:

  1. Finalmente, um fato histórico ocorrido naquela praia, em um continente longínquo e de conhecimento dos moradores mais antigos daquela região e relatado as suas gerações tem seu reconhecimento e divulgação na midia. Que este seja um dos inúmeros documentários que venha a enaltecer as belezas primitivas e histórias daquela praia que para mim será sempre inesquecível e inegualavel.

    ResponderExcluir
  2. Por acaso este é navio que o pessoal mais velho relata esta afundado perto de Quissamã mas precisamente na praia de Flexeiras?

    ResponderExcluir
  3. Haverá alguma coisa na história que descortinará verdades, sentimentos para dar conta dos atavismos que ainda hoje circulam nesta região! Fazendo nascer o sol...mas também fazer com que seus raios iluminem a todos!

    ResponderExcluir

Deixe-nos Sua Mensagem! Seja Sempre Bem Vindo(a)!

| Notícias |

Curta a Nossa Fan Page No Facebook
Curta nossa página no Facebook e fique por dentro em primeira mão... Notícias, Dicas de Eventos, Curiosidades, Notas de Utilidade Pública e Muito Mais! De janeiro a janeiro, o ano inteiro com você! Portal da Praia Farol de São Thomé - www.praiafaroldesaothome.com.br - “A gente se encontra aqui!"

| DESTAQUE |

Verão com Cristo acontecerá na alta temporada em Farol

Divulgação Será realizado pela primeira vez, no Farol de São Thomé, o Verão com Cristo. Pela primeira vez, os evangélicos que mora...

| Geral |

| Leia Também |

Você Conhece a História do Monumento do Farol? Assista!

| Sua mensagem aqui |

Enviar sua mensagem click AQUI
As mensagens são moderadas e passarão por análise antes de sua publicação.