domingo, 2 de junho de 2013

Complexo Logístico e Industrial Farol-Barra do Furado com previsão para 2014

A conclusão do Complexo Logístico e Industrial Farol-Barra do Furado, que está em curso no limite entre os municípios de Campos e Quissamã, vai atrasar em aproximadamente um ano, por conta das adequações que precisaram ser feitas no projeto original.


Previsto inicialmente para começar a operar no início deste ano, ele só deve ser entregue mesmo no primeiro semestre do ano que vem. Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Petróleo da Prefeitura de Campos, Marcelo Neves, o novo projeto foi necessário para adequação às embarcações de maior porte. Isso porque, na época da concepção do projeto, os navios tinham uma dimensão menor e devido a essa nova realidade, o atual foi adaptado para atender embarcações com dimensões também maiores. Por causa do calado maior dos navios, a dragagem terá mais profundidade.

O novo projeto vai ser submetido aos ministérios dos Portos e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, que de acordo com expectativa do secretário, não deverá demorar a aprova-lo. O empreendimento é uma parceria entre os governos federal, estadual e municipais de Campos e Quissamã. O custo inicial, que era de R$ 133,3 milhões, também vai sofrer alteração por causa da dragagem mais profunda. De acordo com Neves, o governo federal já reservou recursos da ordem de R$ 50 milhões e o estadual, R$ 20 milhões para serem investidos no empreendimento, mas caberá às prefeituras de Campos e Quissamã, bancando 70% e 20%, respectivamente, o restante necessário para que as obras sejam concluídas. “Agora, nessa fase, precisamos apenas concluir o novo projeto para saber quanto a mais o governo federal vai poder disponibilizar em termos de recursos para o Complexo, já que os R$ 50 milhões já estão reservados”, afirma Neves.

A primeira fase do Complexo Farol-Barra do Furado, que foi a construção do píer, já foi concluída. A segunda fase consta da construção das máquinas para bombeamento e somente na terceira fase haverá a dragagem, que depende agora da aprovação, pelos ministério dos Portos e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, do projeto já devidamente readequado às novas necessidades. “A prefeita Rosinha já conheceu o novo projeto e deu o aval. Acredito que uma vez enviado aos ministérios, ele seja aprovado rapidamente, permitindo que a dragagem seja iniciada”, informa Neves, ressaltando que outra preocupação diz respeito a solucionar a questão da erosão verificada em Barra do Furado pelo lado de Campos e o assoreamento do lado de Quissamã.

— Assim que a dragagem for iniciada, paralelamente as seis empresas que reservaram áreas no Complexo Portuário também começarão suas obras de instalação. Elas têm contratos fechados para 2015. São seis os estaleiros que já garantiram instalação na área, que trabalham com fornecedores que, por sua vez, também tem seus prestadores de serviços — afirmou o secretário.








Folha da Manhã on line

| Notícias |

Curta a Nossa Fan Page No Facebook
Curta nossa página no Facebook e fique por dentro em primeira mão... Notícias, Dicas de Eventos, Curiosidades, Notas de Utilidade Pública e Muito Mais! De janeiro a janeiro, o ano inteiro com você! Portal da Praia Farol de São Thomé - www.praiafaroldesaothome.com.br - “A gente se encontra aqui!"

| Geral |

| DESTAQUE |

ALAMBIQUE DO LELEY - Lazer, Comida Caseira, Tranquilidade, Ar Puro e a Premiada e Melhor Cachaça do Brasil

Você conhece o Alambique do Leley?  Foto: Fabiana Henriques Para os amantes da boa comida, do lazer, de um bom bate papo e que adora...

| Leia Também |

Você Conhece a História do Monumento do Farol? Assista!

| Sua mensagem aqui |

Enviar sua mensagem click AQUI
As mensagens são moderadas e passarão por análise antes de sua publicação.